Área Bruta: Privativa, Útil, Dependente e de Construção

Área Bruta: Privativa, Útil, Dependente e de Construção

As definições das áreas brutas podem ser um pouco confusas. Assim sendo, criámos este artigo a explicar tudo sobre a área bruta privativa, útil, dependente e de construção para que acabem as dúvidas.

Provavelmente até já lhe aconteceu de ver um imóvel anunciado em várias agências imobiliárias com áreas diferentes. Isto acontece porque o mesmo local pode fazer parte da área privativa ou dependente, como uma varanda ou um sótão.

Por isso, vamos explicar tudo sobre cada área bruta e mostrar as áreas que costumam causar mais confusão e como identificar a área a que realmente pertencem.

O que é a área bruta privativa?

O que é a área bruta privativa?

A área bruta privativa consiste na superfície total, medida pelo perímetro exterior e os eixos das paredes ou qualquer outro elemento separador de edifício ou fração autónoma.

Nela estão incluídos: quartos, cozinhas, sala, corredores, halls, casas de banho, caves, sótãos privativos com utilização idêntica e varandas privativas fechadas.

Contudo, estão excluídas as varandas abertas e os terraços.

O que é a área bruta dependente?

O que é a área bruta dependente?

Nas áreas brutas dependentes estão incluídas as áreas cobertas de uso exclusivo mesmo que estas se situem em partes comuns ou no exterior do edifício ou da fração.

Contudo, a utilização deve ser acessória em relação ao uso a que se destina o edifício ou fração. Considerando-se para esse efeitos locais acessórios:

  • Garagens e parqueamentos;
  • Arrecadações;
  • Instalações para animais;
  • Sótãos ou caves acessíveis, que não sejam intrigadas na área bruta privativa;
  • Locais privativos de função distinta das anteriores.

O que é a área bruta de construção?

O que é a área bruta de construção?

A área bruta de construção consiste no somatório das áreas brutas de pavimento edificadas ou suscetíveis de edificação, seja acima ou abaixo da cota de soleira, incluindo escadas e caixas de elevadores.

Contudo, se a área a construir em baixo da cota soleira se destinar apenas a estacionamento, esse valor não é considerado para o cálculo desta área.

O que é a área útil?

O que é a área útil?

A área útil consiste na soma das áreas de todos os compartimentos da habitação. Incluíndo:

  • Vestíbulos;
  • Circulações interiores;
  • Instalações sanitárias;
  • Arrumos ou compartimentos de função similar;
  • Armários nas paredes.

No entanto, a medida deve ser feita pelo perímetro interior das paredes que limitam o fogo e descontando encalços até 30cm de paredes interiores, divisórias e condutas.

Contudo, é importante esclarecer algumas zonas que as pessoas têm tendência a confundir à área a que pertencem.

Sótãos

Só podem ser consideradas área habitacionais as que cumprem o RGEU, sendo assim consideras áreas brutas privativas.

Contudo, raramente possuem um pé direito legal, então os sótãos são designados como áreas de arrumos e são considerados como áreas brutas dependentes..

Varandas fechadas ou marquises

São consideras como áreas com de utilização idêntica à fração, então constam na área bruta privativa.

Varandas cobertas mas abertas

No entanto, uma varanda coberta mas não totalmente fechada, conta como um área acessória e com uma utilização diferente da fração. Assim, pertence à área bruta dependente.

Garagem

Tal como referido em cima, a garagem é considerada uma área acessória. Então, é considerada na área bruta dependente.

Despensas

Podem existir vários tipos de despensas, vamos falar então de cada uma delas e perceber como afeta a área a que pertencem.

  • Instalada na varanda:
    Se for aberta e sem marquise, é uma área acessória, sendo considerada então como área bruta dependente.
  • Instalada na cave, sótão ou exterior da fração:
    É uma área acessória, então é considerada uma área bruta dependente.
  • Acesso pelo interior da fração:
    Área com utilização idêntica à da fração, sendo considerada área bruta privativa.
  • Instalada na varada:
    Se for “marquisada”, consiste numa área com utilização idêntica à da fração, sendo considerada como área bruta privativa.

Em suma, a maneira como uma zona é construída afeta na área a que esta pertence. Todavia, é importante relembrar que existem vários tipos de áreas brutas: as privativas, úteis, dependentes e de construção. No entanto, se souber a definição de cada uma será mais fácil de identificar corretamente.

E então, ficou esclarecido(a) sobre a área bruta privativa, dependente, de construção e até mesmo útil? Qualquer dúvida que tenha, não hesite em deixar um pequeno comentário neste artigo.

Leia também: