8 Ajudas do Estado Para Abrir uma Empresa em 2021

Ajudas do Estado Para Abrir uma Empresa

Se está a pensar em abrir o seu próprio negócio, mas não tem o dinheiro suficiente, saiba que que existem ajudas do Estado para abrir uma empresa.

Não só é uma boa maneira de não arriscar todo o seu capital, mas também deixa-o com uma margem melhor para poder investir no seu negócios de sonhos, seja em stock ou na decoração do espaço.

Decidimos então criar este artigo a explicar tudo sobre estes 8 apoios financeiros, para que possa escolher qual a melhor opção para si e para a sua futura empresa!

8 Ajudas do Estado para abrir uma Empresa

Se tem então uma ideia de negócio com potencial mas não tem o capital suficiente para começar. Vamos lhe mostrar 8 apoios financeiros do estado para que possa fazer nascer o seu negócio.

1. Apoios do IEFP

Um dos apoios que poderá pedir é no Instituto do Emprego e Formação Profissional, eles disponibilizam vários apoios para abrir uma empresa.

Estas ajudas foram pensadas para os desempregados, jovens à procura do primeiro emprego ou trabalhadores independentes que estejam inscritos no centro de emprego.

Apoios do IEFP:

  • Pagamento do subsídio de desemprego de uma só vez;
  • Linha de Crédito Microinvest (financiamentos até 20.000€);
  • Linha de Crédito INVEST + (financiamentos até 100.000€);
  • Apoio técnico e ajuda na elaboração do projeto empresarial.

Para ter acesso a qualquer um destes apoios, apenas tem que se dirigir ao Centro de Emprego mais próximo de si, explicar no que consiste o seu projeto e em qual dos apoios está interessado em pedir.

2. Portugal 2020

O apoio Portugal 2020 foi um acordo entre Portugal e a Comissão que reúne a atuação dos cinco Fundos Europeus Estruturais e de Investimento.

O programa foi criado para desenvolvimento económico, social e territorial para promover em Portugal.

Para ver se o seu negócio se insere em algum destes apoios, basta ir ao site ou contactar diretamente com a linha de apoio para saber tudo sobre este projeto financiado pelo estado.

3. Apoios do IAPMEI

Este apoio foi criado pelo Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas, que assume o risco das operações financeiras envolvidas. Promovendo o alargamento da base de acesso a capital e ao crédito e proporcionando, assim, recursos essenciais ao desenvolvimento da atividade na fase inicial.

O Programa Finicia visa facilitar o acesso ao financiamento das empresas de menor dimensão, que costumam apresentar uma maior dificuldade na ligação ao mercado finaceiro.

O Programa Finicia tem 3 eixos de intervenção:

  1. Projetos de Forte Conteúdo de Inovação;
  2. Negócios Emergentes de Pequena Escala;
  3. Iniciativas Empresarias de Interesse Regional.

4. Crédito Bancário

Uma das maneiras mais comuns de financiamento para uma empresa é através de um empréstimo.

Existem diversas instituições bancárias, mas deverá procurar qual a melhor oferta de crédito para a sua situação, analisando as taxas de juro e as comissões requeridas.

Contudo, existe um sistema de criado especificamente para empresas que não têm garantias suficientes para aceder a um crédito bancário. Ele é conhecido como o sistema privado de Garantia Mútua, financiado também pelo IAPMEI.

5. Microcréditos

Se não tem nenhum rendimento ou garantia, poderá ainda obter um financiamento através de um microcrédito.

Ele foi especialmente criado para:

  • Desempregados;
  • Jovens à procura do primeiro emprego;
  • Trabalhares em regime precário.

O montante máximo que poderá pedir de financiamento é de 15.000€, com um prazo de pagamento de até 60 meses.

A ANDC é uma das associações que trata deste tipo de financiamentos, portanto recomendamos que veja alguns dos seus apoios abaixo.

6. Capital de Risco

Existem ainda instituições especializadas em capital de risco que investem em empresas emergentes. Contudo, é exigido uma participação no seu negócio.

Por norma, estas instituições apostam essencialmente em startups, com um elevado potencial de crescimento e grande rentabilidade, portanto nem todas as empresas se vão adequar a esta solução.

Por isso, se conseguir algum apoio deste género, significa que o seu negócio tem uma grande probabilidade ser um sucesso.

7. Business Angels

Tal como no tipo de ajuda do estado anterior para abrir uma sempre, este tipo de apoio financeiro fica com uma posição minoritário da sua empresa, portanto pode ser algo que deseja, ou não.

Estes empreendedores investem em negócios numa fase inicial e ajudam no começo do processo do seu projeto empresarial.

Atualmente, existem cerca de 130 investidores na Associação Portuguesa de Business Angels (APBA). Os apoios começam em apenas 100€ mas podem chegar aos 500.000€.

8. Crowfunding

O Crowfunding consiste num financiamento coletivo e é uma das formas mais eficaz de financiar o início de um negócio.

Apenas tem que se registar na plataforma online e criar uma campanha que mostre a ideia do seu negócio, estabelecendo ainda uma meta de financiamento. Qualquer pessoa poderá dar-te uma ajuda para começares o teu negócio.

Por isso, se vais optar por este método, prepara uma ótima apresentação do que consiste a tua empresa e dá um motivo às pessoas para te financiarem.

A inscrição é totalmente gratuita e quando atingires a meta de financiamento, ou se quiseres terminar antes, terás acesso aos teus fundos na tua conta bancária em 48 horas.

Recomendação do Portal Kredito

Recomendação de apoio para pequenas e médias empresas

Essas são apenas algumas das melhores ajudas que o Estado Português oferece para quem quer abrir uma empresa, portanto recomendamos que veja todas elas com muita atenção antes de começar qualquer tipo de negócio.

Recorde-se sempre que devemos aproveitar todas as oportunidades que o Estado oferece para começar a nossa empresa, pois isso pode ser decisivo no nosso sucesso. Se temos esses direitos enquanto empresários em inicio de carreira, temos simplesmente de aproveitar.

Então, recomendamos ainda que vá ter à Junta de Freguesia ou à Câmara Municipal e que pergunte acerca dos apoios que existem atualmente na sua área.

Esperemos que este artigo sobre as ajudas do Estado para abrir uma empresa em 2021 te tenha ajudado e que tenhas ficado esclarecido sobre este assunto. Como foi possível ver, existem apoios para todos os tipos de negócios e valores a investir, portanto apenas precisa se informar e aproveitar.

Leia também: